Morre o célebre cabeleireiro alemão Udo Walz

Seu salão de beleza em Berlim sempre recebeu inúmeras celebridades, como a chanceler alemão Angela Merkel e a atriz americana Demi Moore

Udo Walz - Instagram

Após ficar em coma por problemas gerados pelo diabetes, o cabeleireiro alemão Udo Walz faleceu nesta sexta (290/11) aos 76 anos (Foto: Instagram/walzudo/Reprodução)

Segundo notícia divulgada pelo jornal alemão Bild nesta sexta (20/11), o célebre cabeleireiro Udo Walz faleceu aos 76 anos. A morte foi confirmada à publicação pelo marido do hair stylist das estrelas, Carsten Thamm-Walz.

De acordo com o jornal, o famoso cabeleireiro alemão vinha trabalhando normalmente em seu salão Kurfürstendamm, em Berlim, e quando celebrou seu 75º aniversário, comentou que tinha medo de morrer.

“Udo ‘adormeceu’ pacificamente ao meio-dia”, afirma Thamm-Walz ao Bild. O cabeleireiro sofreu um choque de diabetes há duas semanas, quando entrou em coma.

Isso significa que os dois mais renomados hair stylists da Alemanha morreram em apenas dois meses de diferença. Em setembro, o cabeleireiro de Munique Gerhard Meir, que ficou famoso pelos penteados punk da princesa e socialite alemã Gloria von Thurn und Taxis, morreu aos 65 anos.

Carreira de Udo Walz

Nascido em 1944 na cidade de Waiblingen, em Baden-Württemberg, em plena Segunda Guerra Mundial (1939-1945), Udo Walz era filho de um caminhoneiro. Como era costume na época, começou a carreira aos 14 anos, primeiro como estagiário, depois aprendiz de um salão em Stuttgart.

Curiosamente, ele foi o terceiro pior de 600 aprendizes do ano. No entanto, isso não foi um obstáculo para o sucesso que teria na vida.

Walz foi para a Suíça, e em Zurique chegou a um salão em St. Moritz. Lá ele recebeu celebridades que iam visitar o resort de esportes de inverno. Uma delas foi a atriz alemã Marlene Dietrich, que deixou o então desconhecido cabeleireiro alemão arrumar seu cabelo.

De qualquer forma, Udo Walz não ficou muito tempo em St. Moritz, mudando-se para Berlim, onde viveu até o fim de sua carreira. O fotógrafo de sucesso internacional F.C. Gundlach sempre usou a habilidade de Walz fazer os cabelos de suas modelos.

Ele sempre recebia clientes famosos, mas mantinha certa discrição sobre eles. Por exemplo, o cabeleireiro não quis dizer ao jornal semanal alemão Die Zeit se a chanceler Angela Merkel ficava usando o telefone celular enquanto fazia o cabelo. “Chega de Merkel: não conheço nenhuma mulher que digita mensagens de texto tão rápido quanto ela”, diz Udo Walz na ocasião.

Embora ele fosse associado aos penteados femininos, o antecessor de Merkel, Gerhard Schröder, também era um de seus clientes assíduos, assim como o ex-presidente Johannes Rau. A ex-top model Claudia Schiffer e a atriz americana Demi Moore também eram figuras frequentes no salão de Berlim.

O fato de os nomes de seus clientes se tornarem conhecidos apesar de toda a discrição era provavelmente também um dos segredos de Udo Walz, que também é conhecido por inúmeras aparições na televisão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.