Chile faz recall de lenços umedecidos contaminados com bactérias

Os produtos destinados a bebês são da marca Huggies, de propriedade da Kimberly Clark e fabricados na Colômbia

Lenço Umedecido Huggies

Lotes dos lenços umedecidos Huggies One Done estavam contaminados com bactérias no Chile (Foto: Huggies.com.br/Reprodução)

Em documento liberado na internet na última segunda (16/11), o Instituto Chileno de Saúde Pública informa o recall de várias unidades de lenços umedecidos da marca Huggies que estavam contaminados com bactérias – a descoberta se deu após a realização de testes de rotina.

Os lenços destinados ao público infantil são do modelo One Done da Huggies, que, segundo informação do site do produto, podem ser usados “no corpo, mãos e rosto do bebê”. As toalhas seriam compostas de fibras naturais e sem uso de álcool, de acordo com a empresa americana.

Os produtos contaminados no Chile, de responsabilidade da Kimberly Clark, são fabricados na Colômbia, segundo matéria divulgada pela emissora chilena CNN.

Após a divulgação dos resultados, os lotes afetados foram retirados voluntariamente pela empresa, diz a CNN.

O Instituto Chileno de Saúde Pública encontrou em 30 lotes das toalhas umedecidas a presença da bactéria Pluralibacter gergoviae. Como mostra a instituição chilena, citada pela emissora, o micro-organismo “não é perigoso para pessoas saudáveis, mas pode representar risco para quem tem sistema imunológico debilitado”.

Vale lembrar que os bebês possuem o sistema imune em formação e não estão preparados para ter contato com certos tipos de vírus, fungos e bactérias.

O instituto esclarece que o recall atinge apenas alguns lotes do produto Huggies One Done e que outros tipos de lenços umedecidos da marca são considerados seguros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.