Pitbull ataca menina de 7 anos em Buenos Aires

Vídeo dramático mostra o cachorro agarrado à perna da jovem enquanto várias pessoas chegam para tentar soltá-lo, sem sucesso

Foto de pitbull - Pixabay

Infelizmente, cenas de ataques de cães da raça pitbull só contribuem para a má fama do animal (Foto: Pixabay)

Os cães da raça pitbull são muito estigmatizados por sua suposta violência. Essa noção ganha ainda mais notoriedade quando é registrado algum tipo de ataque do animal contra pessoas.

É o caso da jovem argentina Jazmín, de 7 anos, que estava caminhando com a mãe por uma rua movimentada do bairro de San Miguel, em Buenos Aires, quando um pitbull, sem coleira ou focinheira, se aproxima da criança e a ataca. A informação foi divulgada pelo jornal argentino La Nación nesta quarta (30/9).

A cena foi gravada por uma câmera de segurança e mostra que várias pessoas se aproximam para tentar libertar a menina de 7 anos que continuava com a perna presa na mandíbula do cachorro.

Por fim, depois de liberada, segundo o periódico, a vítima foi transferida para o hospital municipal onde ainda está internada devido à gravidade das lesões. O ataque causou uma fratura exposta e Jazmín poderia ter perdido a perna.

Confira o vídeo chocante do ataque do cão contra a garota argentina:

Imagens dramáticas

Como o próprio La Nación afirma, a gravação é dramática. Primeiro, o cachorro começa a cheirar Jazmín. A menina se agarra à mãe e tenta escapar da perseguição, mas o esforço é inútil.

Em seguida, o pitbull morde a perna esquerda. A mãe faz o possível para ajudar a filha enquanto um homem se aproxima e chuta o cachorro.

Duas, três, quatro pessoas se aproximam. Estranhos descem dos veículos para ajudar, mas o cachorro está incontrolável e não para de puxar a menina.

Deitada na calçada, a criança não para de gritar de dor e a mãe está com ela, desesperada. O primeiro homem que tentou libertá-la agarra sua cabeça. Duas mulheres saem de suas casas e jogam água no pitbull, mas o ataque continua.

Assim foi por vários minutos. Uma vizinhança inteira tentando ajudar a garota.

Menina pode ficar traumatizada

Quando o cão finalmente soltou a perna de Jazmín, o membro da jovem estava com uma fratura exposta. Ela precisou passar por uma cirurgia para salvar a perna.

“A mãe ficou chocada ao ver a filha sofrendo assim. Precisamos de ajuda psicológica para ela e para a menina”, afirma uma tia da vítima, citada pelo La Nación nesta quarta (30/9).

A respeito do suposto dono do animal, a tia de Jazmín conta que ontem (29/9) à noite “ele veio nos acusar de que o culpávamos, mas não o conhecemos, só sabemos que mora a dois quarteirões de distância. Dá para ver que o animal estava sozinho”, diz ao jornal argentino.

O La Nación esclarece que o juiz responsável pelo caso está tentando encontrar o dono do animal de estimação para tomar as medidas cabíveis.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.