Ex-namorada diz que Elvis Presley não morreu e fugiu para as Bahamas

Linda Thompson namorou o Rei do Rock na década de 1970 e aparece em documentário dizendo que o ídolo mundial teria fugido após o próprio funeral

Elvis Presley e Linda Thompson

Linda Thompson namorou Elvis Presley por cerca de quatro anos na década de 1970 (Foto: Express.co.uk/Reprodução)

Para quem curte teorias da conspiração, uma matéria divulgada pelo tabloide britânico Daily Express colocou ainda mais lenha no boato de que o cantor americano Elvis Presley não morreu de overdose em 1977.

Os fãs do Rei do Rock, como era conhecido, têm procurado evidências de que o ídolo está vivo há décadas.

Embora ele tenha morrido oficialmente em 1977, quando tinha 42 anos, diversos boatos e teorias surgiram depois do enterro de Elvis em sua famosa residência chamada Graceland e localizada no estado de Tennessee, nos Estados Unidos.

Fugiu para outro país

Com o advento dos telefones celulares e do acesso mais facilitado às câmeras de vigilância, seria quase impossível um ídolo da música, como o autor de Jailhouse Rock, Suspicious Mind, Love Me Tender e Blue Suede Shoes, conseguir se esconder por tanto tempo.

Ainda assim, como mostra o Daily Express, muitos fãs têm vasculhado vídeos e entrevistas para determinar se Elvis realmente está vivo.

Embora nada seja oficial ainda, um grupo de fãs no Facebook parece ter apontado um comentário supostamente revelador.

O grupo intitulado Evidence Elvis Presley is Alive apontou recentemente um depoimento de Linda Thompson, que namorou o cantor por quatro anos durante a década de 1970, gravado logo após o funeral do artista.

Abaixo, um trailer do documentário polêmico:

Retratado no documentário The Truth About Elvis, que foi produzido em 2007 e nunca divulgado oficialmente, Thompson aparece para a câmera dizendo que havia algo estranho com o corpo de Elvis no caixão.

“Minha mãe estava no funeral e alguns dias depois ela disse: ‘Bem, você sabe que eles podem fazer bonecos de cera muito bons hoje em dia’. Muitas pessoas pensam que ele está nas Bahamas [país do Caribe]”, afirma a ex-namorada do Rei do Rock, citada pelo tabloide britânico.

Muitos teóricos da conspiração afirmam que o corpo de Elvis Presley no caixão era diferente da aparência do cantor vivo (Foto: Pinterest/Reprodução)

Cadáver de cera?

Segundo o Daily Express, essa declaração de Linda Thompson coincide com uma série de outros relatos feitos por familiares e fãs de Elvis.

No livro Is Elvis Alive?, a escritora americana Gail Brewer-Giorgio incluiu depoimentos de pessoas que estavam no funeral e observaram o corpo do músico.

“Muitas delas disseram que parecia um boneco de cera. Havia gotas de suor. Os cadáveres não suam, mas a cera aquece sob o Sol. Ainda mais em agosto [Verão no Hemisfério Norte]”, diz trecho do livro citado pelo periódico.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments