Vídeo registra uma rara orca branca no Alasca

Estimativa dos cientistas é de que existam apenas cinco exemplares de baleia-assassina branca em todo o mundo

Orca branca

Em toda a história, só foram registradas 10 orcas brancas (Foto: CNN/Reprodução)

Uma rara orca branca (Orcinus orca) foi avistada e filmada na costa sudoeste do Alasca, nos Estados Unidos, no início deste mês, segundo informações da emissora canadense CBC.

O avistamento está causando furor entre a comunidade científica, porque a estimativa é de que existam apenas cinco dessas criaturas, parentes dos golfinhos, em todo o mundo.

Em entrevista à CBC, a bióloga marinha Stephanie Hayes, da Universidade do Alaska em Fairbanks (EUA), afirma que apenas 10 orcas brancas foram registradas por cientistas até hoje.

São pouco estudadas

Por serem tão raras, não há muita informação sobre elas. Como mostra a emissora canadense, os pesquisadores acreditam que as orcas brancas não são albinas e que o tom da pele se deve ao leucismo, uma condição que resulta na perda parcial da pigmentação, que causa coloração branca, pálida ou irregular de pele, cabelo, penas e escamas, mas não dos olhos.

Hayes fazia parte de um grupo de cientistas que procuravam baleias jubartes na costa do Alasca, quando avistaram o raro mamífero. Eles encontraram um grupo de orcas que começou a nadar ao redor do barco.

Um dos animais parecia brilhar sob a água, de acordo com a bióloga. “Quando a barbatana dorsal da orca rompeu a superfície da água, soubemos imediatamente que estávamos testemunhando algo especial. Foi um sonho que se tornou realidade”, diz a especialista à CBC.

Stephanie Hayes compartilhou o vídeo do raro momento em sua conta no Instagram no dia 11 de agosto. Ela chegou a observar a orca novamente alguns dias depois.

Lua do Pacífico

Como mostra a emissora, a orca branca recebeu o nome Tl’uk, uma palavra que significa lua em halkomelem, um idioma típico dos nativos do sudoeste do Canadá. Provavelmente ela tem cerca de dois anos.

A pesquisadora da Universidade do Alaska afirma que as baleias-assassinas brancas podem estar em desvantagem durante a caça, porque o brilho da pele as denuncia quando estão tentando se aproximar das presas. Mas o fato de a orca capturada em vídeo parecer saudável e aceita em seu grupo é um bom sinal.

Hayes acredita que os animais avistados em agosto vivam entre o Alasca e o Oregon (EUA).

Assista, abaixo, ao momento em que a raríssima orca branca é avistada:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments